Arrogância

 

Arrogância: Todo mundo que escolheu este desafio, colocou,  ao seu redor uma espécie de concha protetora, usando-a  como escudo contra o medo ou até ao ponto da paranóia, a idéia de que o mundo todo estão falando algo a seu respeito - como que se o pessoal não tivesse outra coisa para se preocupar na sua própria vida.


Focos:              “Medo de ser vulnerável, de ser julgado”

“Preocupação com o que os outros podem estar pensando da gente”.

“Eu são tão inteligente que faço os outros parecerem idiotas”

“Tenho medo que os outros vão ver as minhas fraquezas e...”

“Todo mundo erra só eu que não rélo”


Polo Positivo: Orgulho, Auto-Estima,O antídoto à auto-depreciação.

No Polo Positivo, a arrogância pode ser usada para desenvolver a auto-estima. Pessoas que usam o polo negativo da auto-depreciação (humilhar-se) podem “escorregar”para o polo positivo da arrogância (orgulho, auto-estima) para conseguir o equilíbrio (humildade).


Polo Negativo: Vaidade, Timidez (nas horas intimas), Presunção (se achar o gostoso) Auto-importância.

No polo negativo, o arrogante pensa que ele esta sempre certo, e o resto do mundo está errado, sendo então intolerante com os outros. Uma escorregada para o polo positivo da auto-depreciação (humildade) possibilita também o equilíbrio mental e emocional.

Ironicamente, a base ou a fonte da arrogância é a timidez. Arrogância é a barreira que impede a pessoa descobrir o que os outros pensam dela. O arrogante consegue este prodígio fazendo dela mesmo o que ELA não é. Tanto a arrogância como a auto-depreciação lida com o núcleo de “Qual é o valor neste universo?”.

Observamos isto nos jovens, que usam muito o obstáculo “arrogância” para se “mostrarem” ou para se “aparecerem atraentes”, quando no mesmo tempo usam uma “mascara” (maquiagem) para se esconder delas mesmos. Arrogância é o julgamento de si mesmo e dos outros. (Será que sou aceitável?). Julgamento é o impedimento principal do Ágape (Grego para: Felicidade), polo positivo da Aceitação. Julgar é também o resultado das nossas opiniões,  receita infalível que eventualmente nos leva à  rejeição - polo negativo da Discriminação.


Procurando o Equilíbrio da Arrogância através da Auto-Depreciação usando o sistema de “escorregar”


Gráfico:


Do polo negativo da arrogância (vaidade), escorrega-se para o polo positivo da auto depreciação (humildade) e de lá escorrega-se para o polo positivo da arrogância - o orgulho - recuperando a auto estima.


Eixo da Inspiração: O indivíduo que consegue este equilíbrio emocional ou intelectual, inspira todos ao seu redor. “Se aquela convencida pode se consertar eu também posso”.


Posição Cardeal: A Arrogância é parte da Posição Cardeal em vez da Posição Ordinal. Isto porque ela tem o potencial de não só prejudicar o arrogante como todos os outros aos seu redor. A arrogância traz a atenção dos outros para si.


Famosos: Madonna, Ex-Presidente Geiser, Salvador Dali, Dom Pedro I, Kevin Kline, Suzana Vieira, Luana Piovane, Natália do Valle,  Joaquim Barbosa (Supremo Tribunal Federal), José Dirceu, William Shatner (Capitão Kirk - Star Trek), Kevin Bacon, Jack Palance, Jack Nicholson, Denzel Washington, Val Kilmer.

 
 
Os 7 Desafios: bloqueios contra as Metas 
Arrogância -  Ganância -  Impaciência
  Teimosia
  Martírio - Auto Destruição - Auto DepreciaçãoGanancia.htmlImpaciencia.htmlTeimosia.htmlMartirio.htmlAuto-Destruicao.htmlAuto-Depreciacao.htmlhttp://livepage.apple.com/shapeimage_2_link_0shapeimage_2_link_1shapeimage_2_link_2shapeimage_2_link_3shapeimage_2_link_4shapeimage_2_link_5shapeimage_2_link_6