O Grande Esquema


Deus e o Universo Absoluto:


     Tao (Deus) existe em um Universo Absoluto. Um Universo de pura perfeição, onde polaridade e dualismo não existem. Tao é tudo o que existe, sem começo nem fim, deslumbrando-se em toda a eternidade. 

    Em nenhum idioma no planeta Terra há uma descrição completa desse Ser Infinito, pois nossas mentes não comportam tal conhecimento. Impossível definir tal energia. O termo mais próximo seria “ENERGIA GESTALT”.*


Deus e o Universo Relativo:


    Deus resolve, então, adicionar tempero a sua Existência Magnífica e nos cria a sua imagem e semelhança. Considerando que essa Energia super criativa é omnipresente,  Ele teve, é claro, de ir dentro de si mesmo para realizar tal façanha. Centelhas** individuais foram então criadas, isto é “nós”.... daí o fato de sermos a “sua imagem e semelhança.”      

    

    No Universo Absoluto, somos é claro, pura “perfeição.” Isso gerou um pequeno problema: não tínhamos a mínima idéia do que era “imperfeição.” Para saber o que é “alto”, é preciso saber o que é “baixo,” para entender o que é luz, é preciso entender o que é escuridão, a diferença entre gordo e magro, entre cumprido e curto, etc. As centelhas precisavam saber mais, se conhecer . A Força Criativa Universal (Deus Pai) bolou o Universo Relativo, onde a polaridade iria existir, para proporcionar esse conhecimento. 


    O Universo Físico, através da Força Criadora Universal (Deus, Divino Espirito Santo) imediatamente se manifestou...completo e perfeito. É claro que o “tempo”, medido no planeta terra, é expresso em  “bilhões” de anos. 


    Em termos da “Eternidade”, tudo é simultâneo.  Galáxias, constelações, astros, planetas e satélites passaram a existir. Nós, as centelhas divinas, poderíamos agora nos “desprender” temporariamente do nosso Criador e mergulhar de corpo e alma neste fascinante novo Universo. Para isso, é claro precisaríamos de um “corpo”. 

    Nossa centelha, em sua sabedoria infinita, criou a nossa “Alma”. Tamanha era a nossa vibração como “centelha” que nosso corpo físico não comportaria tal energia, sem se desintegrar instantaneamente. Portanto, a nossa alma, teria uma freqüência menor, tendo a centelha como núcleo dela mesma, como se fôssemos uma “célula” de Deus.                    

    Nossa centelha permanece intacta no universo absoluto, enquanto nossa alma escolheu o nosso planeta azul e branco para vivenciar esse novo mundo. É como se Deus,  numa brincadeira de “esconde-esconde” resolvesse que “parte dele” iria esquecer de quem é. “Vou criar labirintos e distrações para que esta viagem seja mesmo uma aventura. Vou fragmentar parte de mim em milhões de “centelhas”,  para que elas possam se interagir uma à outra. Vou criar ilusões, paradoxos, distrações e munir minhas crianças (nós) de livre arbítrio, pois a  capacidade de “escolha” seria um elemento fundamental nessa brincadeira. 

    “Ah! Que surpresas eles (Nós) vão ter quando finalmente ‘voltarem para casa’*** pensou o Pai.”

    Começamos então o “Grande Ciclo” através das Dimensões Celestiais: O Plano Físico (O Universo Relativo), o Plano Astral, o Plano Causal, o Plano Mental, o Plano Messiânico e, finalmente, o Plano Budaico/ Temos de passar por todos eles, no caminho de volta à casa: O Universo Absoluto.

 

  1. *“Gestalt”, palavra alemã, usada em psicologia, significa o “estudo da forma”. Aqui, uso a minha própria definição: “O todo é mais do que a soma de todas as partes.” Exemplo: Nós, seres humanos, somos mais do que a soma de todas as nossas partes. Alem dos trilhões de células da qual nos compomos, temos também um Centro Intelectual, um Centro Emocional, um Centro Energético e muito mais.

  2. **Se você imagina a nossa alma como uma  “Célula” de Deus...a “Centelha” seria o núcleo da mesma, que permanece no Plano Astral, gerenciando as várias vidas que temos aqui na Terra, tanto as Encarnações simultâneas como as Encarnações em Eras diferentes.

  3. *** Ideia da “brincadeira” tirada do livro “The Michael Handbook” de Jose Stevens, Ph.D e Simon Warwick Smith. Warwick Press, California, EUA.