Discriminação

 



Discriminação: Uma percentagem muito pequena da população no Planeta e no Brasil escolheram esta meta - só 2% - . A palavra ‘discriminação’ em si não é nem boa nem ruim - é neutra - . Como usamos a discriminação é que vai fazer a diferença. Os pólos positivos/negativos vão determinar e descrever como usamos esta meta.

Esta meta é escolhida porque ela provê desafios e é acompanhada por karmas intensos. For ser muito intenso, discriminação é escolhida em poucas vidas, mas nos ajuda a escolher o que promove e o que retarda o nosso crescimento espiritual.

Pessoas com esta meta propiciam a delicada arte do discernimento e da tão chamada “crítica construtiva”. Na verdade, crítica construtiva não existe, pois não deixa de ser uma crítica.


Focos: “Diga-me com quem andas e te direi quem és”

            “Será que sou sofisticado?”

            “Que tipo de livro devo ler?

            “Não me misturo com estas gentinhas!!!”


Polo Positivo: Sofisticação; discernimento; perfeccionista; refinado, impecável.

Discernimento nos ajuda a escolher amigos, livros, filmes ou entretenimentos que nos apóiam na nossa evolução pessoal e coletiva. O sofisticado sabe que vinho servir na mesa que combina com o prato principal; que roupa vestir de acordo com o evento. O refinado sabe quando é melhor ficar calado ou se expressar sugestões.


Polo Negativo: Preconceituoso; Rejeitar; julgar; cheio de opinião, vago; exibido, snobe; complexo de superioridade ou inferioridade.

No polo negativo um indivíduo rejeita o outro que é diferente, baseado na raça, cor, religião, sexo ou orientação sexual. A palavra discriminação evoluiu para ser quase um sinônimo de rejeição, mas como vimos no polo positivo, ela pode ter boas qualidades.

Lembra, que se você se acha agindo dentro deste aspecto negativo da discriminação, a solução seria escorregar pelo eixo da expressão em direção ao polo positivo da  aceitação - ágape.


Eixo da Expressão: Por pertencer à este eixo, pessoas com a meta de discriminação tem a tendência de ter uma opinião sobre tudo ao seu redor. Alem do mais, elas se sente no direito de opinar e abrir a boca quando não deve. Opinião causa mais problemas do que resolve, isto porque em geral, opiniões tendem a polarizar pessoas, criar divisões. Em um grupo diverso de indivíduos, expressar a sua opinião é correr o risco de bater com a cara na parede porque sempre vai ter alguém com uma opinião contrária. Se os dois persistem na inflexibilidade do seu modo de ver as coisas, inimizades podem ocorrer.


Posição: Ordinal.


Famosos: Vincent Van Gogh; Rasputin; Marilyn Monroe; George W Bush; Kevin Bacon; William Bonner; Cher; Bette Davis; Marlene Dietrich; Sergio Marone; Renato (bom dia brasil).


As 7 Metas: O Motivador Primário
Crescimento  -  Aceitação  -  Dominação
Relaxamento
Submissão  -  Discriminação  -  Reavaliação7_Metas.htmlCrescimento.htmlAceitacao.htmlDominacao.htmlRelaxamento.htmlSubmissao.htmlReavaliacao.htmlshapeimage_1_link_0shapeimage_1_link_1shapeimage_1_link_2shapeimage_1_link_3shapeimage_1_link_4shapeimage_1_link_5shapeimage_1_link_6shapeimage_1_link_7