... e o Brasil ?

 

Michael e o Brasil


O Brasil é um país muito complexo, impossível de generalizar, mas assim também é o planeta. No momento, temos uma distribuição mais ou menos assim:


 O Brasil e as Idades da Alma
Bebes:         05%
Crianças:    25%
Jovens:        20%
Maduras:    30%
Velhas:        20%


O gráfico acima não é exato - apenas uma aproximação - este quadro muda constantemente - portanto não leve estes números muito a sério.


A maior percentagem, no Brasil é de almas crianças e maduras.

Apesar das almas crianças estarem mais interessadas em montar uma estrutura para a sua família e comunidade, elas também estão começando a explorar o seu centro emocional...ainda que aos “trancos e barrancos” porque este centro ainda esta subdesenvolvido.


Já as maduras estão explorando o emocional à pleno vapor, daí o sucesso das novelas brasileiras.  Se você prestar atenção, vai notar que as nossas novelas são uma “fórmula” - sempre a mesma coisa - só os detalhes (elenco, lugar, época, etc.) se modificam.


No momento, muitas almas jovens estão escolhendo nascer no Brasil. A parte boa é que economicamente o país está melhorando.  A parte não muito boa é que estas almas jovens não estão encontrando boa disponibilidade de trabalho, carreira e educação escolar. Como as almas jovens ainda não gostam muito de compartilhar a sua riqueza, a distribuição de renda continua a ser um problema.


Eike Batista é um exemplo do que pode acontecer quando a estrutura está disponível e a pessoa não perde o barco. No entanto, quando esta estrutura não está ao alcance da turma, o resultado é desastroso devido a falta de expectativa na vida. As almas jovens vão correr atras de uma situação econômica melhor, mesmo que isto significa ter que recorrer ao crime, tráfico de drogas e formação de quadrilhas.


As Almas Bebês são uma minoria tanto no Brasil, como no mundo em geral. Como elas preferem uma vida sem muita complicação, a floresta oferece aquela simplicidade para começar a explorar o plano físico, daí a percentagem mais elevada na área da Amazônia, do cerrado e do sertão nordestino.


As Almas Velhas, ainda uma percentagem modesta no Brasil, mas também crescendo. Só que ainda este grupo está muito esparramado e não muito organizado, como uma ligeira concentração mais forte no sul e partes mais sul do sudeste brasileiro.


Como a quantidade de almas maduras no país é elevada, elas estão procurando meios de crescer espiritualmente.  Na falta de comunidades bem conhecida como “reduto” das almas velhas, disponíveis em lugares  como a Holanda, Dinamarca e alguns lugares na America do Norte (Sedona, Arizona; Berkeley, Califórnia e Santa Fé, Novo México), os brasileiros procuram religiões que lhes dão a estrutura e apoio necessário, como o Espiritismo.


As maioria das Igrejas Evangélicas são muito estruturadas, o que serve bem a comunidade de almas crianças. A Igreja Católica, com os seus 2 mil anos de existência, está ainda com um pé atolado na percepção de alma jovem, e o outro pé, testando as águas da idade madura.

O Papa João XXIII, uma alma transcendental, deu uma ótima incrementada na Igreja Católica Romana neste sentido, no entanto, os Papas depois dele, deram uns dois passos para trás.

 

Exemplos da Idade das Almas de certos brasileiros:


Bebês: Ademar, assassino em série de Luziânia, Goiás. A fera da penha, assassina de Tânia Maria.


Crianças: A maioria dos Testemunhas de Jeová e Evangélicos.


Jovens: Kaká, Sérgio Marone, William Bonner, Eike Batista, Bruno Gagliasso, Michel Temer, José Serra, Fernando Cardoso, Xuxa, Mariana Ximenes.


Maduras: Robert Scheidt, Pelé, Fernanda Montenegro, Lula, Roberto Carlos, Elís Regina, Erasmo Carlos, Wanderlea, Wanderlei Cardoso, Fafá de Belem, Cássia Eller, Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo,Daniel de Oliveira, Dilma Roussef, Hebe Camargo, Ivete Sangalo, Marília Gabriela.


Velhas: Sônia Braga, Milton Gonçalves, Daniel, Reginaldo Farias, Irmã Dulce, Geraldo Vandré, Caetano Veloso, Chico Buarque de Holanda, Ney Matogrosso, Rita Lee, Raul Seixas, Cazuza.

 
 
 O Brasil e os Papéis
Servidores:             30%
Artesãos:           20%
Guerreiros:   10%
Catedráticos:   15%
Atores:        15%
Padres:   08 %
Reis:   02 %
 

Assim como o gráfico da idade da alma acima, devo informar que a distribuição dos papéis no Brasil, também estarão se modificando frequentemente.

Se o governo alem manifestar uma vontade de melhorar a infra-estrutura do país,    colocar esta intenção em prática, o quadro acima irá se modificar com mais Reis (lideres) e Guerreiros  aparecendo no Brasil, mas a percentagem de servidores cairá.